terça-feira, 29 de julho de 2008

Porque não existe um programa de TV sobre pesca desportiva?

Num site sobre pesca a pergunta era a do tema deste post
A minha resposta:
"Boas
Tenho seguido com interesse este topico. Afinal a minha actividade está ligada a este tema, os audiovisuais.Comecei cedo na publicidade em Portugal, com 18 era estafeta, andei em produtoras a estagiar, fiz apoio técnico em produção TV e em Lisboa aos 20 entrei para uma agência de publicidade para o departamento de produção onde comecei com a produção gráfica e mais tarde com a produção TV\Cinema. Já fiz de tudo um pouco em varios patamares de orçamentação. Desde o promocional do detergente até ao filme de minuto com marcas de automoveis. Fiz trabalho com figurantes baratos e estrelas de cachets bem altos que dava para pagar um apartemento de uma só vez. Estrelas é quase sempre do pior, são muito exigentes e ganham em 2 dias o que muitos ganham em anos.O mercado mudou muito,o tempo das vacas gordas já lá vai. Hoje em dia a tecnologia e os equipamentos necessários á produção de audiovisuais estão á mão de todas as carteiras.O problema é ter mãozinhas para trabalhar com equipamento e ter feeling de editor. Antigamente um spot de 30 seg. filmado em 35mm custava uma fortuna, hoje qualquer camara prosumer tipo HDV é relativamente barata (custam 2 ou 3 carrretos de topo) e suportam uma qualidade boa para TV. Se o alvo é web então nem é preciso mais que qualidade DVD. Claro que a captação quanto mais qualidade e produção tiver melhor o resultado final.Mas voltando ao tema ontopic. Já tentei de tudo para fazer videos sobre pesca com algum cuidado e com o minimo de requesitos técnicos.Apenas uma MiniDV e alguma pós-produção penso ser o suficiente para web e DVD. Sabem que mais?? Já contactei canais de TV, revistas, marcas, associações de pesca desportiva, representantes,importadores, lojistas, pescadores patrocinados, pescadores de pompa, maritimo turisticas e por ai fora. Qual o feedback??...........Nicles batatoides.......nem com telefonemas a combinar "test drives" para ver se gostavam do resultado a custo zero.
Ninguém se interessa por este tema, pensam que vão gastar 50.000 euros para fazer uma cagada em 3 actos. Em Portugal só se joga com certezas e o capital de risco não existe para este tema. A propria RTP tem um clube de pesca desportiva e não aborda o tema. Fixe não é??Existem outras permissas para se fazer um programa de TV que vão tornar o custo incomportável, como os direitos autorais de musica\imagem\impostos\ custos de difusão\custos de produção e por ai fora.Todos, ou quase todos, sabem que faço videos para um site protuguês de pesca e no meu blog estão todos os episódios da minha participação nesse site. Faço por gosto e por puro prazer, não rentabilbizo nem as cassetes que compro, mas dá-me um prazer enorme editar video. Acreditem que por vezes fico emocionado e arrepiado quando edito e relembro os momentos que passei nos dias de convivio, só ai a despesa está paga. É preciso mãozinhas e ter o bicho aceso para fazer de 1 hora de cassete 3 minutos de video como deve ser. Produzir videos não é fácil mas se temos o prazer por isso nem damos conta das horas necessárias para o fazer. Querem uma ideia?? 1 hora de cassete com os planos brutos pode demorar 2 dias (16 horas) a editar. Não é só cortar o que não interessa, é preciso ter ritmo, boa sonorização, legendas se necessário e depois recodificar para colocar num servidor online. Pois é, demora e é preciso ter gosto pela camisola.Por isso caros amigos, façam como eu, contactem e pressionem potenciais interessados no tema e rezem por uma resposta positiva.Outra coisa, Portugal em muitas camadas de serviços já só funciona por cunhas, na publicidade é só disso, tudo bem se o preço é correcto e o serviço entregue corresponde, mas não acham que um dia a pescada vai ficar com o rabo na boca?O espanhois estão a anos luz na dinâmica da pesca desportiva, os americanos são de outro planeta (Só http://www.kevinvandam.com/ ganha 1.5 milhões de dollars$ por ano só em patrocinios) em Portugal só posso cantar uma musica de Jorge Palma. Já sabem qual é, não é preciso cantar.
Vejam imagens da ESPN sobre o BassMasters no youtube ((http://br.youtube.com/watch?v=2c3TnyeuaXY&feature=related) ) e ficam logo com os pés na terra, ou neste caso em Portugal. Claro que é outro pais e outra economia, mas nem mesmo os nosso campeonatos nacionais merecem noticia?, 5 minutos de reportagem?...nicles.Estou de acordo que se o Sousa Cintra ou o Belmiro\Amorim com os seus milhões tuganos fossem pescadores havia um "pescas e pesqueiros" em vez de "coutos e coutadas".Nem com o nosso Manuel Alegre pescador a coisa vai lá.
A sinergia não está no isolamento das coisas mas na sua mistura. Espero um dia ter uma associção de pescadores desportivos (penso que ainda está na forja) e poder assistir, ou particiapar activamente, numa produção nacional nem que seja de pesca ás bogas de rio.
Efectivamente temos sido banhados com DVDs de pesca espanhola que em nada corresponde ás técnicas do panorama portugês em muitas modalidades. Realmente os importadores apostam nas capas de revistas nacionais e algumas já são montras autênticas das marcas, até dá para perceber que revistas\marcas representam, sobrevivem á custa do Tuga que gosta de escrever artigos de pesca e tem prazer em que o nome apareça no fim a troco de uma assinatura anual ou de um carreto médio. Vivemos do trabalho arduo e aindo conseguimos ter tempo para divulgar coisas a custo zero.É o pais das borlas e dos estágios de 6 meses não remunerados. Fotografamos,escrevemos,filmamos para aparecer o nome nas revistas?? Bem sei que este discurso tem algum sal a mais, mas a sede de um dia as coisas serem mais justas e com o reconhecimeto devido é muita.
Haja paixão e respeito pela pesca, o resto vem por si.
Meus caros, não os maço mais.
AB
Nuno"
PS: Tudo o que faço pela pesca é por gosto, pelas amizades e pelo querer saber mais.
É, se quiserem, uma terapia.

1 comentário:

Ao Corrico no Pico disse...

Olá Nuno!

Acertaste na "mouche", este "É o pais das borlas e dos estágios de 6
meses não remunerados."
Infelizmente os estágios prolongam-se por mais e demasiado tempo..., em quase tudo...
Gostei de ver a tua "aventura" no Pico ("parte II", hehehe). Ficou comentário no PES.

Não vamos desistir, nunca! Exigindo de nós próprios, e dos outros.

Abraço,

Paulo Correia

Pico2009Açores

Videos By NunoJRibeiro

Portugal Maravilha by Luís Quinta